Postagens

Mostrando postagens de Março 27, 2019
Imagem
CIÊNCIA
"ESTUDO SUGERE QUE NEURÔNIOS PODEM SER PRODUZIDOS NA IDADE ADULTA" "Análise do tecido cerebral de pessoas falecidas com idade entre 43 e 87 anos encontrou proteinas no inicio da vida dessas células. Mas a descoberta não convenceu a todos os pesquisadores da área"

"Embora muitos dos nossos tecidos e órgãos se renovem ao longo de nossaa vidas, pensava-se até agora que o crescimento de nossos neurônios - neurogênese - raramente ocorria em adultos. Mas um novo estudo com tecido cerebral de 13 adultos falecidos entre 43 e 87 anos encontrou evidências de novas células no cérebro deles. Novos neurônios são formados no hipocampo - uma área-chave do cérebro para a aprendizagem e a memória - e, à medida que amadurecem de jovens a velhos, produzem certas proteínas. Para identificar essas células, a equipe de Maria Llorens-Martín, do Centro de Biologia Molecular Severo Ochoa, na Espanha, usou quatro tipos de anticorpos para detectar as proteínas presentes e descobriu …
Imagem
CONHECIMENTO CEREBRAL DESTACA SAÚDE!

"EPILEPSIA: TRATAMENTO CERTO E EFICAZ" "Apesar de pelo menos uma em cada 100 pessoas em todo o mundo ter essa condição, o estigma em torno da doença faz com que poucos admitam publicamente ser pacientes. A aceitação é o primeiro passo para melhorar os serviços de prevenção contra a epilepsia em todo o mundo"

"Primeiro, a pessoa perde a consciência e cai. Depois, fica com o corpo totalmente rígido. Por fim, começa a se debater sem nenhum motivo aparente. Uma crise epiléptica não dura mais que alguns minutos, mas as suas consequências podem repercutir para sempre. Ainda hoje há quem acredite que a epilepsia seja sinônimo de insanidade mental. Ou, pior, de possessão demoníaca. O próprio termo epilepsia, que vem do grego e significa "estar tomado", reforça essa tese.
"Quem já viu uma crise epiléptica fica assustado. E se pergunta: 'Como pode uma pessoa de uma hora para outra perder o controle e se debater daquele…
Imagem
CONHECIMENTO CEREBRAL DESTACA CIÊNCIA!

"EM DEFESA DOS BEBÊS" "A ciência já oferece avanços estupendos para gerar crianças saudáveis, e mais novidades virão em breve - mas as questões éticas continuam a assustar"

Por: André Lopes
"Experimentos em hibridização de plantas". Foi em um artigo científico batizado com esse título e publicado em 1866  que nasceu o que hoje se conhece como genética. Nele, o autor do texto histórico - o monge austríaco Gregor Mendel (1822-1884), formado em ciências naturais na Universidade de Viena - detalhava um experimento de sete anos de duração. No total, Mendel cultivou 30 000 plantas de ervilha, dissecando as partes reprodutivas com o objetivo de promover cruzamentos controlados que permitiam escolher atributos dos vegetais. Assim ele podia, por exemplo, manipular a cor das e o formato das sementes. No fim das contas, o pesquisador provou algo que já se intuía: certas características dos pais são transmitidas a filhos, netos, bis…