Postagens

Mostrando postagens de Agosto 27, 2017
Imagem
CONHECIMENTO CEREBRAL DESTACA SOCIEDADE!

"VIÚVAS E ÓRFÃOS DA MATANÇA COTIDIANA" "Por trás do número alarmante de policiais mortos no Rio, estão famílias esfaceladas pela perda súbita indignadas com tanto sangue derramado"

Por: Cássio Bruno
"Sair da frieza das estatísticas sobre a morte de policiais militares no Rio de Janeiro para o drama das famílias enlutadas é mergulhar em um poço de tristeza e desesperança, agitado de vez em quando por um vento indignação - os três sentimentos que predominam no cotidiano das mães e pais, mulheres e maridos, irmãs e irmãos, filhas e filhos dos policiais que morrem em decorrência da violência dos bandidos. Uma estatística é a mais dolorosa: há 71 órfãos dessa tragédia carioca de 2017. Quando o pequeno Téo, um bebê forte e sorridente de 4 meses, crescer um pouco, a perda será ainda mais lancinante. Ele jamais conhecerá o pai. Téo nasceu exatos 46 dias depois de o cabo Thiago de Oliveira Lance, de 31 anos, ter sido executado por d…
Imagem
CONHECIMENTO CEREBRAL DESTACA SAÚDE!

"PARA CALAR A DOR NO PEITO" "A angina dedura um coração em sofrimento e aflige 23 milhões de pessoas no país. A boa notícia é que médicos brasileiros bolaram uma solução de ponta para silenciar sua pior versão"

Por: Regina Célia Pereira         Ana Cossermelli [design] Rodrigo Damati [ilustrações]
"A origem do nome já diz tudo. 'Na expressão do latim 'angina pectoris', as duas palavras designam dor e sufoco. O termo angústia, aliás, tem o mesmo berço e era aplicado ao caminho apertado entre um desfiladeiro de montanhas', ensina o etimologista Deonísio da Silva, professor da Universidade Estácio de Sá, no Rio de Janeiro. Exceto pelo tom poético, a explicação cabe perfeitamente nos prontuários de pessoas com angina. Veja o que diz o cardiologista Luís Henrique Gowdak, do Instituto do Coração, o InCor, em São Paulo: 'O desconforto é descrito como opressão, sensação de estrangulamento na região do tórax ou ainda d…