Postagens

Mostrando postagens de Abril 23, 2019
Imagem
SOCIEDADE
"GAROTO GAY SE SUICIDA APÓS SOFRER BULLYING E HOMOFOBIA NA ESCOLA" "Shelby estava no 9° ano e tirou a própria vida em 19 de abril"

"Nigel Shelby, de 15 anos, morreu por suicídio após sofrer bullying e homofobia em sua escola, no Alabama, nos Estados Unidos. Segundo informou o portal Gay Star News, Shelby estava no 9° ano e tirou a própria vida em 19 de abril. Ele não aguentava mais enfrentar as provocações de seus colegas na escola, a Huntsville High School. Depois da morte de Nigel, Nádia M. Richardson, ex-aluna da mesma escola, iniciou uma campanha sobre saúde mental e bullying chamada "No More Martyrs" - Sem Mais Mártires - focada na conscientização da comunidade escolar sobre as consequências da prática do bullying e outras formas de preconceito. Segundo o portal, o jovem afirmou: "ainda estou processando essa perda". De acordo com Nádia, "temos muito a entender e muito trabalho a fazer. Racismo, sexismo, homofobia, classismo; t…
Imagem
VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER
"PM FARDADO É PRESO APÓS AGREDIR MULHER E DEIXÁ-LA NUA NO MEIO DA RUA EM BRASÍLIA" "Vítima também é policial; Agressor pagou fiança e foi liberado"

Por: Afonso Ferreira  G1 DF
"Um policial militar fardado foi preso, em Brasília, após agredir uma mulher no meio da rua na última quinta-feira (18). Na foto acima, é possível ver a vítima, que também é policial militar, nua e sentada entre os carros depois de ser agredida. As agressões aconteceram perto da Praça do Bicalho, em Taguatinga Norte. Segundo a Polícia Militar do DF, a corporação foi chamada para atender uma ocorrência de violência doméstica. No local, a equipe encontrou o 3° sargento da PM, Evaldo Barreto Ferreira, de 45 anos (foto abaixo) e a companheira dele, que também é 3° sargento da PM do DF. O G1 teve acesso aos depoimentos prestados na delegacia. A policial disse que foi o companheiro que começou a agredi-la com murros. Segundo ela, os dois têm um relacionamento desde setembro …
Imagem
MUNDO ANIMAL
"PAPAGAIO ANUNCIA CHEGADA DA POLÍCIA EM PONTO DE TRÁFICO E É APREENDIDO" "Mamãe, polícia", gritou o papagaio ao ver a aproximação da Polícia Militar. O caso ocorreu em Teresina (PI)"

Por: Ataíde de Almeida Jr.
"A Polícia Militar de Teresina (PI) apreendeu, nesta segunda-feira (22), um papagaio que estava em um ponto de tráfico no bairro Vila Irmã Dulce. Segundo a PM, quando os militares chegaram ao local para prender os traficantes, o pássaro começou a gritar: "Mamãe, polícia!". Ainda de acordo com os policiais, o papagaio foi treinado para isso e começou a gritar quando os homens começaram a chegar ao local. A dona do animal é uma mulher, conhecida como Índia, que já foi presa por tráfico de drogas. Segundo o site Meio Norte, por estar doente, quem cuidava da boca de fumo era o marido dela, identificado como Edvan, que foi preso. O papagaio não foi fichado, mas levado para o Batalhão de Polícia Ambiental. Logo depois, foi transferido par…
Imagem
VIOLÊNCIA
"PROFESSOR É ESFAQUEADO POR ALUNO DENTRO DE SALA DE AULA NO PARANÁ, DIZ POLÍCIA" "Caso ocorreu em uma escola em Formosa do Oeste, no interior do estado; aluno tem 17 anos e foi apreendido"

Por: Adriana Justi          Izabel Tavares  G1 PR e RPC CASCAVEL
"Um adolescente de 17 anos foi apreendido suspeito de esfaquear um professor em uma escola em Formosa do Oeste, na região oeste do Paraná, na tarde desta terça-feira (23). As informações foram confirmadas ao G1 pela Polícia Civil. O caso aconteceu dentro de uma das salas, durante a aula portuguesa, segundo os policiais. Após acertar o professor, o aluno saiu correndo da escola e fugiu com uma motocicleta. Ele foi localizado pela Polícia Militar (PM) pouco tempo depois e foi encaminhado para a delegacia junto com a mãe. O professor foi atingido na perna e levado ao Pronto-Socorro do município e deve receber alta ainda nesta terça-feira. Em nota, a Secretaria de Estado da Educação (Seed) lamentou o ocorrido e inf…
Imagem
CONHECIMENTO CEREBRAL DESTACA EDUCAÇÃO!

"O DRAMA DOS PROFESSORES BRASILEIROS" "Rede pública paga salários baixos, carece de condições de materiais para uma boa educação e convive com um número excessivo de trabalhadores temporários"

Por: Guilherme Sette         Vicente Villardaga
"Se existe uma profissão desprestigiada hoje no Brasil é a de professor. Não se trata exatamente de um problema atual, mas de uma situação que se arrasta e não se resolve. Passam-se os anos e nada é feito para valorizar os profissionais do ensino. Além de sofrerem frequentes humilhações e violências em sala de aula, serem acusados, em tempos recentes, de doutrinação ideológica, ainda têm que conviver com uma baixa remuneração, que não corresponde à importância de seu trabalho. A hora aula de um professor de rede pública estadual de São Paulo, que está próxima da média nacional, atualmente gira em torno de 12 reais. Se der 40 aulas por semana, 8 horas por dia, um professor iniciante concurs…