Postagens

Mostrando postagens de Julho 27, 2018
Imagem
HISTÓRIA

"GUERRA DA COREIA"
"COREIA: ONDE A GUERRA FERVEU" "Há 65 anos, terminava a Guerra da Coreia. Em 3 anos, até 3 milhões pereceram no pior conflito da Guerra 'Fria"

"Ao final da Segunda Guerra Mundial, o episódio japonês disputado entre os vencedores incluía a península coreana, no sudeste asiático, onde o Exército Imperial havia permanecido muito tempo como força de ocupação. Na corrida que se seguiu aos últimos dias do conflito, os até então aliados soviéticos e americanos ocuparam a Coreia, dividindo-a ao meio, na altura do paralelo 38. A alegria da população local pelo fim da presença japonesa seria rapidamente substituída pela dura realidade da luta de interesse entre os dois blocos ideológicos, que travariam nesse território o pior conflito da Guerra Fria, na qual morreram até 2,5 milhões de civis, mais 550 mil militares em ambos os lados. Ao norte do paralelo, os soviéticos trataram de rapidamente implementar a doutrina comunista nos campo…
Imagem
AVIAÇÃO

"COMPANHIA AÉREA DE BAIXO CUSTO DA NORUEGA PEDE AUTORIZAÇÃO PARA OPERAR NO BRASIL" "Norwegian é a terceira maior empresa da Europa neste mercado. 'Low cost' do grupo Avianca também está em negociação para operar no país"

Por: Danielle Nogueira
"RIO - A norueguesa Norwegian, terceira maior companhia aérea de baixo custo da Europa, deu entrada no pedido de autorização para operar no Brasil na Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), na manhã desta sexta-feira. É o primeiro pedido oficial de uma low cost estrangeira no país. Em março, a empresa já tinha comunicado o desejo de atuar no Brasil. Ainda não foi definida a rota, mas espera-se que ela faça voos ligando cidades brasileiras à Europa, possivelmente Londres. A agência, agora, vai avaliar o pedido, o que leva em média 120 dias. A partir daí, ela poderá iniciar a venda de bilhetes. O pedido é para voos regulares, mas como a Norwegian já tem cadastro para voos não regulares, ela poderá adiantar as …
Imagem
ATUALIDADES: VESTIBULAR E ENEM

DOSSIÊ INTOLERÂNCIA
ATROCIDADES EM NOME DE DEUS No Brasil, religiões de matriz africana constituem o principal alvo de ódio, enquanto no mundo grupos fundamentalistas buscam impor sua visão da fé, eliminando quem pensa diferente

Em setembro de 2017, na Baixada Fluminense (RJ), uma mãe de santo, sob ameaça de morte, foi obrigada a destruir estátuas e objetos de sua religião. A cena chocante, infelizmente, não é uma exceção. Nos últimos anos, terreiros foram depredados e incendiados e praticantes, hostilizados e agredidos. Até mesmo na TV aberta não é incomum presenciar rituais de exorcismo e ouvir o termo "demoníaco" para entidades cultuadas pelo candomblé e pela umbanda.
Apesar de a Constituição Federal garantir o direito à liberdade de credo e de manifestação religiosa no Brasil, os casos de intolerância crescem no país e têm seguidores das crenças de matriz africana seus principais alvos. Desde 2011, ano em que o serviço Disque 100, da Ouvidoria Na…