Postagens

Mostrando postagens de Abril 24, 2018
Imagem
CIÊNCIA

"MINIATURA DE CÉREBRO HUMANO CRESCE DEPOIS DE IMPLANTADA EM RATO" "O órgão desenvolveu neurônios, mas isso não significa que o bichinho ficou mais inteligente"

Por: Ingrid Luisa
"Doenças no cérebro são sempre complicadas para a medicina. Como não é possível fazer testes em humanos - afinal, quem se arriscaria a ter a cabeça revirada? -, estudar essas patologias e propor tratamentos exigem métodos bem complexos. Em 2013, cientistas australianos criaram os primeiros 'mini cérebros' humanos através dos estímulo de célula-tronco, que originaram neurônios. A partir daí, pesquisadores conseguiram formar estruturas semelhantes às dos cérebros de fetos, gerando diferentes tipos de células cerebrais e desenvolvendo, para estudos, anormalidades neurológicas - como a Síndrome de Timothy, que causa má formação física e de desenvolvimento. Mas havia um problema: para que as pesquisas prosseguissem, esses mini cérebros precisavam sobreviver mais tempo nas cultura…
Imagem
MUNDO ANIMAL

"ONÇA-PINTADA É REGISTRADA PELA PRIMEIRA VEZ EM 57 ANOS NO PARQUE NACIONAL DE BRASÍLIA" "O animal, que está ameaçado de extinção, foi gravado por uma armadilha fotográfica colocada na floresta"

"Desde a criação do Parque Nacional de Brasília, em 1961, não existiam registros visuais que comprovem a existência de onças-pintadas dentro do local. Há muitas imagens que mostram o animal na Floresta Amazônica, por exemplo, mas, fora dela, a espécie parece estar escassa. Em outubro de 2017, entretanto, uma equipe de seis biólogos da instituição 'Brasília é o Bicho' capturou com uma câmera de vídeo a primeira imagem do felino dentro das dependências do parque, provando que a onça-pintada continua viva na região mesmo que quase ameaçada de extinção. O vídeo, publicado na página do Facebook da instituição, mostra uma onça-pintada macho caminhando por uma das trilhas da reserva. A gravação foi feita a partir de uma das seis armadilhas fotográficas disposta…
Imagem
SAÚDE

"DIABETES ELEVA RISCO DE FRATURAS - MESMO SE O EXAME DIZER QUE ESTÁ TUDO OK" "Quando a glicemia está alta, é bom olhar de olho na saúde do esqueleto. Do contrário, o risco de ossos quebrados pode aumentar"

Por: Theo Ruprecht
"Não pense que só o sistema cardiovascular de pessoas com diabetes sofre. Estudos apresentados no Congresso Mundial de Osteoporose e Doenças Osteometabólicas, que está acontecendo em Cracóvia (Polônia), reforçam que essa doença enfraquece os ossos e promove fraturas - mas de um jeito diferente do esperado. Comecemos pelo diabetes tipo 1, versão menos comum do problema em que o próprio organismo do paciente ataca o pâncreas, comprometendo a produção de insulina - e, com isso, bagunça o controle do açúcar no sangue. Ao comparar 97 vítimas dessa encrenca com outras 77 saudáveis, pesquisadores da Universidade Médica da Bielorrússia notaram que 18,5% da primeira turma já apresentava vértebras quebradas, contra apenas 1,3% do outro pessoal. Caso…
Imagem
ATUALIDADES: VESTIBULAR E ENEM

QUESTÕES SOCIAIS: MIGRAÇÕES
QUANDO O INFERNO SÃO OS OUTROS Como diferenças culturais, disputa no mercado de trabalho e medo da violência exacerbam a xenofonia

Uma pesquisa de opinião realizada pelo Centro de Pesquisa Pew, em 2015, no auge da crise migratória na Europa, avaliou a aceitação de refugiados em dez países do Velho Continente. O resultado é sintomático do preconceito que aflora cada vez mais na sociedade europeia: Em cinco países, mais de 50% temem perder o emprego ou benefícios sociais para os refugiados;Em oito, mais de 50% acreditam que a entrada de refugiados aumenta a probabilidade de atentados;E, em sete, menos de um terço crê que a diversidade cultural seja benéfica para a nação.
As estatísticas traduzem uma triste realidade, vivenciada na prática por episódios de violência e discursos de ódio: a xenofobia- aversão a pessoas estranhas a seu meio, no geral estrangeiras, como língua, costumes ou religiões diferentes. Essa intolerância floresce com…